Tag Archives: jeffpaiva

Números do segundo trimestre

Mais uma vez meu amigo Dan Calladine, Head de Media Futures da Aegis Media, em Londres, publicou a atualização do excelente Next Generation Media Quarterly

Neste report Dan fala sobre o lançamento do Google+, a ascenção contínua dos smartphones, jogos de iPad para gatos(!!!) e o já consagrado ‘Splitscreen’, filme rodado inteiramente com dois Nokia N8.

Boa leitura!

Quem dirige também vai ao cinema

Como os leitores do Wordsmith sabem, faço parte do time de blogueiros que estão experimentando o novo Chevrolet #Prisma. O carro é muito bacana e as nossas experiências, dentro de cada pilar (Maestro Billy – Potência, Lili Ferrari – Conforto, Jeff – Economia) estão sendo publicadas no site oficial do modelo: http://www.chevroletprisma.com.br

Agora a Chevrolet vai dar presentes também para os leitores do Wordsmith.

São 20 (isto mesmo, VINTE) pares de ingressos do Cinemark para quem responder à Promoção “Quem dirige também vai ao cinema“.

A pergunta é:

    Se você pudesse economizar muito com o seu carro, em que você investiria?

As melhores respostas levam um par de ingressos cada (válidos para toda a rede Cinemark do Brasil, salas iMax/3D. O regulamento está aqui

Prepare a pioca, inspire-se e manda bala nos comentários! Valendo!

Este post contém conteúdo comercial. Embora patrocinado, o texto representa as opiniões deste escriba!

Empire Avenue: Social Media no estilo da Bolsa de Valores

Jeremiah Owyang, diretor do Altimeter Group e um dos principais pensadores e estrategistas do mercado de Social Media, definiu o Empire Avenue como “Farmville for Social Media”.

Empire AvenueA parada funciona assim: Imagine um ambiente em que você – ou sua empresa – emite ações. De início vc entra no pregão com um valor inicial de 9,00 Eaves (a moeda local. E de Empire e AVE de Avenue, sacou?). Sua cotação vai subindo à medida em que você compra ações de outros participantes, executa ações de interligação de suas redes sociais – dá pra conectar LinkedIn, Twitter, Facebook, Flickr – e compra itens de luxo. Assim como outros Social Games, a propriedade destes itens não te dá nada físico, mas aumenta seu valor percebido e sua cotação no universo do Empire Ave.

Já começa um movimento de compra e venda de ações entre os participantes, para se valorizarem mutuamente. Mas a grande oportunidade é para marcas. E como funciona isto?

O time de desenvolvedores – baseados em Alberta, Canada – já tem um belo volume de algoritmos, que medem a interação entre as diversas redes em que o participante tem conta. Isto pode ser uma excelente ferramenta de interação e de monitoramento da reputação desta marca. Claro que o volume nos EUA vai ser muito maior do que no Brasil, mas vale analisar e acompanhar a evolução do site. Pode servir como uma alternativa ao Klout, por exemplo, com a integração dos canais e o efeito capilarizado das presenças das marcas.

O aplicativo para Facebook é nativo – e com uma interface bem bacana. O app para iPhone é produzido por um terceiro, custa 0,99 obamas e tem a mesma cara de um aplicativo de investimento em bolsa.

É bacana ver o ticker de ações passando pela tela com os símbolos dos nomes tão conhecidos do nosso dia-a-dia no Twitter, Facebook e etc: Meus melhores investimentos até agora são Lalai, RCobra, JOwyang e Intel.

Para conhecer o Empire Avenue, faça sua inscrição aqui e depois compre algumas das minhas ações.

Lembre-se: assim como na Bolsa, o ideal é comprar na baixa e vender na alta. por isso, não se sinta menosprezado se eu vender as suas ações. São só negócios :-)